fbpx

Cloud computing: descubra a computação em nuvem e acesse os seus dados em qualquer lugar

6 minutos para ler

A cloud computing, ou computação em nuvem, é um dos termos mais populares no mundo da tecnologia. Essa fama toda tem um ótimo motivo – ou melhor, alguns ótimos motivos! Dentre eles, podemos citar como um dos mais importantes, a redução de custos. Afinal, que empresa não quer um serviço mais efetivo por um preço mais baixo, certo? 

Entretanto, se você pensa que a redução de custos é a única razão para apostar nessa tecnologia, você está errado! E nós vamos te mostrar o porquê. Continue acompanhando o nosso artigo e saiba mais sobre a computação em nuvem e os seus benefícios.

O que é a computação em nuvem? 

Inicialmente, não podemos deixar de te explicar o que é a computação em nuvem. Venha conosco e fique por dentro desse termo! 

A cloud computing é, basicamente, uma tecnologia que usa a conectividade da Internet para hospedar inúmeros recursos, programas e informações. Ou seja, ela fornece serviços de computação, como servidores, armazenamento, bancos de dados, rede, software, análise e inteligência, de maneira integrada utilizando a Internet – também conhecida, nesse caso, como nuvem! – em qualquer lugar e independente da plataforma.

Dessa forma, a computação em nuvem permite aos usuários muito mais flexibilidade de uso, pois é possível acessar as informações por meio de qualquer computador, tablet ou celular. Sem a necessidade de conectar-se a um computador de uso pessoal ou servidor local.

O objetivo dessa tecnologia é oferecer soluções mais rápidas, recursos flexíveis e economia de escala. E então, já começou a perceber os benefícios dessa tecnologia?

Como funciona e para que serve a computação em nuvem

Na computação tradicional, os usuários e empresas precisam investir em diversos pontos, como downloads, hardwares, sistemas operacionais e softwares para utilizarem suas aplicações. A computação em nuvem foi criada para simplificar esse processo. E a novidade tem dado certo!

A nuvem democratiza as informações e melhora a experiência de quem precisa utilizar recursos tecnológicos. Grande parte dessa facilidade vem da simplicidade de uso gerada pela conectividade da nuvem.

Vamos exemplificar: imagine, por exemplo, que você está em uma viagem de negócios e precisa de um documento importante. Com a computação em nuvem, basta ligar o seu computador ou celular e acessá-lo. Isso é possível porque a cloud computing utiliza um servidor remoto para conectar os dispositivos dos usuários a recursos centralizados. 

Isso significa que um servidor remoto armazena todos os dados e programas que você precisa. Eles não estão no seu computador ou celular. Assim como também não estão nas máquinas da empresa. Eles estão, literalmente, na nuvem. E, dessa forma, podem ser acessados on-line de qualquer lugar e com qualquer dispositivo. Basta ter conexão com a internet.

Tipos de nuvem 

Mas, você sabia que existem três tipos diferentes de computação em nuvem? A nuvem pública, a nuvem privada, e a nuvem híbrida. Cada uma delas possui diferentes características de uso e de implementação, e a escolha da melhor para a sua empresa depende de fatores como custo, disponibilidade, desempenho e expectativas.

Vamos conhecer os 3 tipos de nuvem:

Nuvem pública

Dentre todas as opções, a nuvem pública é a mais barata. Isso porque ela é um recurso computacional fornecido por terceiros e que fica disponível para qualquer pessoa ou empresa que queira contratá-lo. Ou seja, é uma solução unificada. 

Nesse modelo, o cliente é responsável pelo que será enviado para a nuvem, enquanto o provedor se ocupa da manutenção, segurança e gerenciamento dos recursos. Em casos como esse, o envio das informações não é automático e os dados salvos são apenas os enviados pelo contratante. 

Importante: na nuvem pública, tudo está disponível na web e é compartilhado entre vários usuários que utilizam o recurso simultaneamente.

Nuvem privada 

A nuvem privada é mais restrita do que a pública. Apenas usuários selecionados pela empresa, como funcionários e parceiros, têm acesso aos dados inseridos. Nesse caso, a infraestrutura da nuvem fica no domínio interno da empresa.

Esse tipo de nuvem também oferece a possibilidade de personalizar as funções e os suportes específicos às necessidades da empresa. Como é projetada exclusivamente para cada negócio, todos os processos são voltados para a realidade da empresa.

Nuvem híbrida

Por fim, a nuvem híbrida, como o próprio nome já diz, é uma junção das duas nuvens apresentadas anteriormente. Ela é a combinação que permite compartilhar dados e aplicativos entre os dois tipos de nuvem.

Dessa forma, alguns recursos são utilizados de forma privada e outras são utilizados publicamente, a depender da necessidade ou estratégia de cada empresa.

Quais os maiores benefícios da computação em nuvem? 

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o funcionamento da computação em nuvem, chegamos à melhor parte: os benefícios dessa tecnologia. 

Elasticidade e escalabilidade: a computação em nuvem é altamente eficaz para lidar com mudanças na carga de trabalho. Ela é capaz de escalar recursos horizontalmente e verticalmente, de forma automática, sem interferir no fluxo de trabalho. Dessa forma, fornece a quantidade exata de recursos necessários para o usuário.

Economia de espaço: como os recursos permanecem armazenados on-line, há uma economia gigantesca de espaço nas máquinas.

Centralização de informações: com o armazenamento em nuvem, os dados são mantidos no mesmo local. Sendo assim, o acesso às informações necessárias é feito de forma mais ágil e simplificada.

Redução de custos com infraestrutura: como citado anteriormente, a redução de custos é um dos maiores benefícios dessa tecnologia. Ela elimina gastos com compras de hardware, software, instalação e manutenção, por exemplo, o que gera uma grande economia.

Trabalho remoto: em tempos de home office, a computação em nuvem representa uma salvação. Isso porque, conforme citado, os funcionários da empresa podem acessar todos os dados através de dispositivos eletrônicos como computadores, notebooks, tablets ou smartphones, utilizando apenas uma conexão de internet.

Segurança da informação: a computação em nuvem oferece altos níveis de segurança, com tecnologias de ponta para proteger os dados armazenados. Assim, utilizando a cloud computing é possível reduzir os riscos de perder dados por problemas de hardware, invasões no sistema ou ameaças virtuais. 

Quer saber mais sobre cloud computing e migração para a cloud? Conte com a Hvar Consulting! Nós temos uma equipe pronta e altamente capacitada para te ajudar com a melhor solução. Entre em contato conosco para tirar as suas dúvidas.

Posts relacionados

Deixe um comentário