fbpx

Gestão e Monitoramento do ambiente de Power BI

7 minutos para ler

Inicialmente, podemos dizer que o Power BI é um serviço de análise de dados da Microsoft. Resumidamente, ele é um gerador de relatórios e dashboards. Entretanto, na prática, a ferramenta oferece muitos outros benefícios para os usuários. Por isso, vem sendo a aposta de inúmeras empresas.

A plataforma possibilita a visualização interativa de dados por meio de recursos de Business Intelligence, tudo isso em uma interface simples que descomplica demandas de dados e a análise para os usuários. Com este recurso, eles podem criar relatórios próprios e dashboards de maneira simples e intuitiva.

Mas, a grande pergunta é: o que ele tem de tão especial? Bom, se você quer descobrir, acompanhe o nosso novo artigo e fique por dentro das vantagens dessa ferramenta.

O que é o Power BI?

Antes de mais nada, vamos iniciar apresentando o Power BI. A ferramenta pode ser classificada como um conjunto de serviços de software, aplicativos e conectores. Todos trabalham juntos para transformar fontes de dados que, até então, não eram relacionadas, em informações coerentes que se completam. 

Imagine que a sua empresa possui dados armazenados em planilhas de Excel e em Data Warehouses on-premise ou baseados na nuvem, por exemplo. Cada um desses dados é formado por estruturas diferentes de dados, certo? O ponto principal da ferramenta é conectar facilmente fontes variadas de dados para facilitar a visualização e compartilhamento do conteúdo.

Além disso, ele é formado por elementos. Tais elementos foram projetados para permitir que você crie, compartilhe e consuma insights empresariais de maneira mais eficiente. A plataforma de dados fornece a usuários não técnicos, métodos para agregar, analisar, visualizar e compartilhar dados.

Conheça os elementos do sistema:

  • Power BI Desktop – aplicativo de desktop do Windows;
  • Serviço do Power BI – serviço SaaS online;
  • Aplicativos móveis do Power BI – para Windows, iOs e Android;
  • Power BI Report Builder – para criar relatórios paginados e compartilhar no Power BI;
  • Servidor de Relatórios do Power BI – servidor de relatório local para publicação dos relatórios do Power BI.

É importante ressaltar que a versão Pro tem algumas limitações de processamento e capacidade. Entretanto, ele responde bem a empresas pequenas que não tem capacidade de gerar um ambiente analítico estruturado. Para empresas médias e grandes, é possível conectá-lo a um ambiente analítico estruturado, ou seja, a um ambiente de Data Warehouse.

Como ele pode ser utilizado?

O Power BI é uma plataforma completa e com diversos recursos. Sendo assim, ele pode ser utilizado de diferentes formas, a depender da função do usuário ou do projeto desenvolvido por uma equipe.

Os elementos apresentados anteriormente são os responsáveis pela flexibilidade de uso da ferramenta. É possível, por exemplo, utilizar o Serviço do Power BI para exibir relatórios e dashboards. Já o Power BI Desktop ou o Power BI Report Builder podem ser aplicados na criação de relatórios empresariais baseados em cálculos numéricos complexos. Tais relatórios podem ser publicados e exibidos no Serviço do Power BI para compartilhamento com outros usuários. Viu só como as funcionalidades se completam?

Além disso, também é possível usar o Desktop na criação de relatórios para a sua própria equipe e exibir o progresso dos processos em uma outra funcionalidade, os dashboards em tempo real no Serviço de Power BI.

Dessa forma, ele se mostra altamente versátil, pois cada elemento pode ser utilizado em diferentes momentos pelo mesmo usuário. As formas de uso variam a depender do objetivo de determinado projeto a ser executado. Sendo assim, o modo de uso depende de qual recurso ou serviço seja mais adequado para cada caso.

Por dentro do Dashboard do Power BI

Conforme dito anteriormente, a principal função do Power BI é conectar fontes de dados. Dessa forma, a ferramenta consegue fornecer um dashboard de Business Intelligence para os usuários. Mas, como os dados chegam até o dashboard?

Ele pode se conectar a fontes de dados como planilhas de Excel ou Data Warehouses on-premise ou em nuvem. Os dados obtidos através de fontes de nuvem são atualizados automaticamente. Por outro lado, quando falamos sobre pastas de trabalho do Excel ou outros arquivos do Power BI conectados a fontes de dados online ou on-premise, é preciso garantir a atualização manual para que os dados nos relatórios sejam atuais!

A ferramenta de criação de dashboards Power BI tem sido amplamente difundida em empresas de diferentes portes pelo país. Isso de deve a algumas características do produto da Microsoft, como:

  • Integração ao Office 360;
  • Baixo custo de licenciamento;
  • Facilidade de uso, com interface amigável ao usuário;
  • Serviço cloud que permite a utilização sem a necessidade de grandes envolvimentos do time de infraestrutura;
  • Liderança no quadrante da Gartner;
  • Conexão com diversas fontes de dados.

Tais pontos demonstram a facilidade de uso da plataforma e a versatilidade apresentada pelo produto.

Como o Power BI está relacionado a gestão orientada a dados

A gestão orientada a dados é um conceito que tem sido amplamente discutido. Esse tipo de gestão tem como objetivo fazer com que a análise de dados se torne parte da estratégia de negócios, dos sistemas, processos e cultura de uma empresa. Mais do que isso, ela visa que todas as tomadas de decisões, em todos os níveis hierárquicos, sejam baseadas em dados.

Isso porque os dados se tornaram um ativo empresarial essencial que revoluciona os negócios e permite processos mais rápidos, eficientes e baratos. Empresas orientadas por dados se comprometem a organizar todo o negócio em torno dessas informações e coletar dados referentes a todos os aspectos do negócio.

Utilizando os dados, é possível que funcionários de todos os níveis possam ser mais autônomos na tomada de decisões. Afinal, elas serão mais assertivas, pois serão baseadas em dados reais, o que aumenta a vantagem competitiva de empresas. Por isso a gestão orientada a dados tem sido fruto de desejo das organizações.

Para que ela se torne uma realidade, é importante utilizar sistemas voltados a dados, como o Power BI. Dessa forma, é possível monitorar e fomentar o uso para garantir o desenvolvimento da capacidade analítica de cada empresa.

Confira abaixo o que pode ser monitorado:

  • KPI’s de gestão;
  • Tempo de carga de dados;
  • Quantidade de novos relatórios;
  • Quantidade de usuários;
  • Número de novas publicações;
  • Erros do ambiente.

A estratégia de Self Service BI vai além da implementação da ferramenta. É preciso que haja envolvimento das pessoas, processos e tecnologia. O monitoramento do ambiente é tão importante quanto o projeto de implementação do BI.

Porque o monitoramento é importante

O monitoramento acontece por meio de um conjunto de ferramentas de governança corporativa que rastreiam, auditam e controlam o uso dos relatórios e painéis do Power BI da sua organização e garante que você esteja sempre no topo da atividade de Business Intelligence da sua empresa, permitindo detectar casos de uso indevido e dados esquecidos, por exemplo.

E quais pontos devem ser monitorados:

  • Criação e exclusão de relatórios por data e por usuário
  • Relatar taxas de visualização
  • Acesso do usuário ao Power BI
  • Usuários sem atividade
  • Análise via Excel ou Power BI por data e por usuário
  • Quem está usando cada espaço de trabalho
  • A lista da sua empresa de relatórios e painéis do Power BI
  • Detectar relatórios sem atividade

A Hvar Consulting tem um serviço focado no gerenciamento e sustentação dos dados, imprescindível para garantir a disseminação da cultura analítica nas empresas, garantindo que tanto a infraestrutura quanto os dados estejam funcionais.

Para saber mais sobre o Power BI e os projetos de gerenciamento e monitoramento da ferramenta, entre em contato com o nosso time pelo link: https://hvarconsulting.com.br/contato/.

Posts relacionados

Deixe um comentário